Imagem Conteúdo Iniciativa
  • Tamanho da Letra

  • Versão para imprimir

  • Enviar para um amigo

Prêmios

Reconhecimento nacional e internacional

Considerado um programa modelo no cuidado com os recursos hídricos, inclusive pela Unesco, o Cultivando Água Boa tem se destacado em encontros e fóruns de discussões nacionais e internacionais sobre o meio ambiente. Prova desse reconhecimento fica evidente com os diversos prêmios conquistados pelo programa:

2016

• Ranking 2016 dos Legítimos da Sustentabilidade - A Itaipu obteve dois primeiros lugares na 14ª edição do Benchmarking Brasil. A empresa ficou em primeiro lugar no ranking, com o programa "Biodiversidade: Nosso Patrimônio". E também obteve o primeiro lugar na nova categoria "Indicadores", pelo conjunto de indicadores que atestam a gestão socioambiental da binacional. A Itaipu já havia sido premiada com o primeiro lugar no Benchmarking em 2007 (com o Cultivando Água Boa-CAB), em 2011 (com o programa Desenvolvimento Rural Sustentável) e em 2012 (com o case Gestão de Bacias Hidrográficas). Em 2013, obteve o segundo lugar com o programa Sustentabilidade de Comunidades Indígenas. Em 2014, ficou entre os 20 melhores com o Coleta Solidária. E, em 2012, liderou o ranking de melhores práticas socioambientais em 10 anos do prêmio Benchmarking, novamente com o CAB.

• Hugo Werneck. O programa Cultivando Água Boa (CAB) foi homenageado na sexta edição do Prêmio Hugo Werneck, um dos principais reconhecimentos a ações ambientais no Brasil. Neste ano, o tema do prêmio foi “Pelas Águas do Planeta – Da Caixa d’Água do Brasil à Terra das Cataratas”. Foram premiados 17 projetos e personalidades que se destacaram por seus exemplos em sustentabilidade.
 
2015
 
• Water for Life. O programa socioambiental Cultivando Água Boa, desenvolvido pela Itaipu em parceira com os 29 municípios da Bacia Hidrográfica do Paraná 3, obteve o reconhecimento da ONU como a melhor gestão de recursos hídricos do mundo. O CAB concorreu com 40 iniciativas de todos os continentes e conquistou o 1º lugar na categoria “Melhores práticas em gestão da água” da 5ª edição do Prêmio Água para a Vida 2015.
 
• Benchmarking Ambiental Brasileiro. O CAB foi premiado no 13º Benchmarking Ambiental Brasileiro. O case “Mais Peixes em Nossas Águas” obteve o primeiro lugar no ranking. 
 
• Certificação Life. A Itaipu Binacional é a terceira empresa no Brasil a receber a Certificação Life, metodologia que avalia a eficiência do sistema de gestão ambiental da empresa e as ações para a conservação da biodiversidade.
 
• Cumbres de Guadarrama. As ações de sustentabilidade da Itaipu através do programa Cultivando Água Boa lhe valeram o prêmio Cumbres de Guadarrama, concedido pela Comunidade de Madri (Espanha), em janeiro de 2015. Desde 1914, o prêmio reconhece bons exemplos de ecologia, de organizações, governos, parques nacionais e pessoas.

     
2014

Prêmio Eco Sustentabilidade. A Itaipu Binacional foi uma das vencedoras na 32º edição do Prêmio Eco de Sustentabilidade, promovido pela Câmara Americana de Comércio – Amcham Brasil. A empresa venceu na modalidade Práticas de Sustentabilidade em Processos e Serviços (empresa de grande porte), com o case do Sistema de Gestão da Sustentabilidade (SGS). Essa foi a terceira vez que Itaipu recebe o Prêmio Eco. Em 2009, venceu na modalidade Sustentabilidade e Processos, com o case do Programa Cultivando Água Boa (CAB); no ano seguinte, foi a melhor na categoria Sustentabilidade em Produtos, com o projeto "Veículo Elétrico para Catadores de Materiais Recicláveis".

Prêmio Istoé Empresas+Conscientes. O prêmio elegeu, segundo os organizadores, as corporações mais dispostas a implantar um novo modelo de desenvolvimento, baseado em um capitalismo moderno e em consonância com o meio ambiente e a sociedade em que estão inseridas. A Itaipu ficou em segundo lugar na categoria Trabalhadores e em quarto na Governança. No ranking geral entre as grandes empresas, ficou em quarto lugar.

Prêmio Benchmarking Ambiental Brasileiro. O programa Coleta Solidária, que faz parte do Cultivando Água Boa, ficou entre as 20 melhores práticas brasileiras, na 12ª edição do prêmio Bechmarking Ambiental Brasileiro. 

Prêmio Ozires Silva. A Itaipu Binacional emplacou dois projetos entre os destaques da categoria Empreendedorismo Ambiental na Educação (modalidade empresa de médio e grande porte) na 7ª edição do Prêmio Ozires Silva, iniciativa do Instituto Superior de Administração e Economia (ISAE) da Fundação Getúlio Vargas (FGV) e do Grupo Paranaense de Comunicação (GRPCOM).  A empresa conquistou o primeiro lugar na categoria, com o projeto "Água: Conhecimento Para Gestão", uma parceria entre a Agência Nacional de Águas (ANA) e a Fundação Parque Tecnológico Itaipu (FPTI), com apoio da Itaipu, e recebeu a Menção Honrosa pelo programa Educação Ambiental, uma das iniciativas do Cultivando Água Boa.

Prêmio Belmiro Siqueira de Administração. A conquistou o prêmio Belmiro Siqueira de Administração, concedida pelo Conselho Federal de Administração (CFA), entregue durante a 4ª Convenção Nacional do Sistema CFA/CRAS, em Foz do Iguaçu. A Itaipu concorreu com mais de 400 empresas de todo o País, mas o seu conjunto de ações ambientais e socialmente responsáveis executadas na Bacia do Paraná 3 (BP3) garantiu a premiação como Empresa Cidadã. Desde 2002, quando a categoria foi criada, foi a primeira vez que uma empresa paranaense conquista o título.

2013

Marketing Best Sustentabilidade. O Programa Cultivando Água Boa (CAB), da Itaipu Binacional e parceiros, recebeu o troféu do Marketing Best Sustentabilidade 2013, concedido às melhores ações empresariais sustentáveis do Brasil. O CAB foi um dos dez cases vencedores selecionados pelo júri, presidido por Jomar Pereira da Silva, presidente da Associação Latino-Americana de Agências de Publicidade (Alap). O prêmio é promovido há 12 anos.

Prêmio Benchmarking Ambiental. A Itaipu ficou novamente entre as 30 melhores práticas socioambientais do País selecionadas pelo Ranking Benchmarking. Desta vez, a empresa obteve a segunda colocação no prêmio anual, com o programa Sustentabilidade de Comunidades Indígenas, uma iniciativa do Cultivando Água Boa que beneficia 273 famílias distribuídas entre as comunidades Ocoy, Añetete e Iatamarã.

2012

Prêmio Pintou Limpeza. A Itaipu foi a única empresa homenageada na primeira edição do Prêmio Pintou Limpeza, promovido pelas rádios Eldorado e Estadão ESPN, do Grupo Estado. A binacional venceu na Categoria Empresa Cidadã, em função dos resultados do Programa Cultivando Água Boa. A premiação reconhece personalidades e organizações de diversos setores da sociedade que têm o compromisso de respeito ao meio ambiente. Outros vencedores foram o cineasta Fernando Meirelles (Personalidade), por sua atuação na campanha contra o novo texto do Código Florestal; a Associação Paulista de Supermercados – Apas (Iniciativa do ano), pela discussão sobre uso de sacolas plásticas; o Compromisso Empresarial para a Reciclagem – Cempre (Instituição de Destaque), pela atuação como prestadora de informações sobre reciclagem; e o Padre Rosalvino Moran Viñayo, da Obra Social Dom Bosco, de Itaquera (Menção honrosa), pelos anos de dedicação à frente da entidade.

•Benchmarking da década. O Programa Cultivando Água Boa recebeu a primeira colocação no Ranking Benchmarking Legítimos da Sustentabilidade – Os Melhores da Década, entregue pela Mais Projetos Corporativos e pelo Instituto Mais, referências no Brasil em gestão sustentável. A binacional também foi reconhecida com o case Gestão por Bacia Hidrográfica, eleito o melhor de 2012. Um grupo de 20 especialistas em sustentabilidade e meio ambiente do Brasil e de outros países formou a Comissão Técnica que elegeu o ranking.

2011

Prêmio Socioambiental Chico Mendes. Pelo segundo ano consecutivo, ações socioambientais do programa Cultivando Água Boa, da Itaipu Binacional, foram reconhecidas com o Prêmio Socioambiental Chico Mendes. A premiação em São Paulo, e reuniu autoridades de 57 organizações de todo o País, que foram premiadas pelo Instituto Chico Mendes em 2011.

Americas Award. O Programa Cultivando Água Boa foi escolhido como exemplo de excelência na categoria sustentabilidade ambiental pelo Americas Award 2011. A premiação é concedida pelo Instituto das Nações Unidas para o Treinamento e Pesquisa (Unitar), em parceria com o Centro Internacional de Formação de Atores Locais para a América Latina (Cifal) - Atlanta, Estados Unidos. O prêmio é um reconhecimento dos resultados positivos do programa em termos de preservação e proteção.

Benchmarking Ambiental Brasileiro. Pela segunda vez em quatro anos, Itaipu foi a grande vencedora do Ranking Benchmarking dos Detentores das Melhores Práticas de Sustentabilidade do País. A empresa concorreu com o case “Gestão para a sustentabilidade no espaço rural”, uma das ações do Programa Cultivando Água Boa (CAB), desenvolvido pela Diretoria de Coordenação e Meio Ambiente. A premiação ocorreu no Centro de Eventos São Luiz, em São Paulo (SP), dentro da programação da 4 FIBoPS – Intercâmbio Internacional Pró-Sustentabilidade.

Prêmio 5 de Junho. A Itaipu Binacional recebeu, em Curitiba, o Prêmio 5 de Junho, promovido pelo Instituto Negócios Públicos do Brasil. A premiação reuniu representantes de instituições públicas de todo o País. A Itaipu foi premiada com o Programa Cultivando Água Boa, na categoria Manejo de Recursos Naturais, como melhor projeto preservação da biodiversidade e dos ecossistemas (recursos hídricos, fauna e flora).

2010

• Prêmio ANA. A Itaipu Binacional recebeu em 2010 o maior prêmio nacional em reconhecimento a cuidados com as águas, o Prêmio ANA, promovido pela Agência Nacional de Águas. A maior hidrelétrica do mundo em geração de energia foi premiada na categoria empresas, com seu programa socioambiental Cultivando Água Boa. Ao todo, foram 286 inscrições, que resultaram em 21 finalistas.

• Clean Tech & New Energy. A capacidade da Itaipu de produzir energia limpa e renovável foi reconhecida pela revista britânica The New Economy, responsável pelo prêmio Tecnologia Limpa e Novas Energias. Tida como “líder em desenvolvimento de energias renováveis”, a Itaipu foi uma das premiadas, ficando lado a lado com as maiores empresas produtoras de energia do planeta. Projetos da empresa, como o Cultivando Água Boa, a Plataforma de Energias Renováveis, Veículo Elétrico e o Parque Tecnológico Itaipu foram mencionados como exemplos de iniciativas de sucesso.

• Prêmio Chico Mendes. O Prêmio Social Ambiental Chico Mendes reconhece o esforço da Itaipu na promoção de diversas ações socioambientais, no âmbito do programa Cultivando Água Boa. Promovido pelo Instituto Chico Mendes, o prêmio valoriza ações voltadas ao desenvolvimento sustentável por intermédio da promoção humana e da conservação ambiental.

 2009

• Prêmio ECO. Lançado pela Câmara de Comércio Brasil-Estados Unidos (Amcham) em 1982, o Prêmio ECO foi pioneiro no reconhecimento de companhias que adotam práticas sustentáveis no Brasil. A Itaipu
Binacional foi uma das vencedoras do ECO 2009, como empresa de grande porte na categoria Sustentabilidade em Processos.

• Prêmio Von Martius de Sustentabilidade. O Prêmio Von Martius de Sustentabilidade foi criado pela Câmara de Comércio e Indústria Brasil-Alemanha, em 2000, com a proposta de premiar projetos que valorizam ações voltadas ao desenvolvimento sustentado. Em 2009, o Cultivando Água Boa ficou em segundo lugar entre as 10 empresas premiadas. Ao todo, foram inscritos 166 projetos.

• 7º Prêmio Benchmarking Ambiental Brasileiro, com a 3ª colocação. A empresa concorreu com o Programa de Educação Ambiental para a Sustentabilidade, uma das ações do Cultivando Água Boa. Dos 169 cases enviados, 30 foram selecionados para a final e apresentados a um público formado por executivos, gestores, especialistas e jornalistas. A 3ª colocação deixou a Itaipu Binacional à frente de grandes empresas concorrentes, como Embratel, Johnson & Johnson, Souza Cruz, Klabin, Bradesco, entre outras.

• 3º Prêmio Brasil Meio Ambiente, organizado pela Companhia Brasileira de Multimídia (CBM). O prêmio prestou homenagem ao diretor de Coordenação e Meio Ambiente da Itaipu, Nelton Friedrich, como “Destaque Federal” no setor ambiental em 2008.   

2008

Prêmio Destaque Nacional de Responsabilidade Socioambiental Empresarial, concedido pelo Instituto Ambiental Biosfera, do Rio de Janeiro, em reconhecimento ao conjunto de ações da Itaipu na área de responsabilidade socioambiental.

Prêmio Ecologia e Ambientalismo, concedido pela Câmara de Vereadores de Curitiba.

2007

Prêmio Benchmarking Ambiental Brasileiro, em reconhecimento ao Programa Cultivando Água Boa, eleito como “a melhor ação ambiental do Brasil em 2007”. O prêmio foi entregue pessoalmente pelo representante do Programa das Nações Unidas para o Meio Ambiente (Pnuma), Haroldo Mattos de Lemos.

Prêmio As luzes da Água no 9º Simpósio da Água de Cannes, França, que homenageia personalidades e instituições que lideram grandes projetos relacionados à água.

2006

Prêmio COGE, concedido pela Fundação COGE (Comitê de Gestão Empresarial) — entidade jurídica sem fins lucrativos cuja missão é promover o aprimoramento da gestão empresarial e da cultura técnica do setor elétrico — reconhecendo o Cultivando Água Boa como “a melhor ação ambiental do setor hidrelétrico brasileiro.

Prêmio ABES, concedido pela Associação Brasileira de Engenharia Sanitária e Ambiental para a Itaipu Binacional, em reconhecimento ao Cultivando Água Boa. 

Finalista do Prêmio da Agência Nacional de Águas (ANA), na categoria Gestão de Recursos Hídricos, pelo projeto de educação ambiental Agenda 21 do Pedaço.

2005

Prêmio Carta da Terra (Earth Charter + 5), conferido em Amsterdã, Holanda, na comemoração dos cinco anos do lançamento da Carta da Terra. A experiência da Itaipu foi uma das quatro vencedoras entre as 30 práticas ambientais analisadas, do mundo inteiro. Foi a primeira vez que um trabalho socioambiental desenvolvido por uma empresa hidrelétrica recebeu prêmio dessa relevância. O evento é organizado pela Iniciativa Carta da Terra (Earth Charter Iniciative), organização não-governamental que coordena movimento global pelo desenvolvimento sustentável.

Prêmio Zilda Arns de Responsabilidade Social, concedido durante o 2º Top Social ADVB. A Itaipu foi a única empresa a ser premiada em duas categorias, sendo contemplada pelos projetos socioambientais do Cultivando Água Boa e pelas ações de desenvolvimento do Parque Tecnológico Itaipu (PTI).

Prêmio Expressão de Ecologia Ambiental, na categoria Educação Ambiental, pelo case “Educação Ambiental Não-formal nas Microbacias dos Rios Lajeado, Xaxim e Sabiá”.

2004

Prêmio FAE/FIEP de Responsabilidade Social, concedido pela Faculdade Católica de Administração e Economia (FAE) e pela Federação das Indústrias do Estado do Paraná (FIEP), na categoria Órgãos Públicos, com um case composto por oito projetos da Itaipu, entre eles o Jovem Jardineiro, do Cultivando Água Boa.

Prêmio Expressão de Ecologia Ambiental, na categoria Conservação de Recursos Naturais – Setor Privado, pelo trabalho Estudo de Ovos e Larvas de Peixes no Lago de Itaipu.

2003

Troféu Dignidade Solidária, concedido pelo Centro Paranaense de Cidadania (CEPAC) pelo projeto Sustentabilidade Social da Região da Vila C.