• Tamanho da Letra

  • Versão para imprimir

  • Enviar para um amigo

NOTICIAS / Coleta Solidária

02.02.2017

Repasse de recursos da reciclagem na Itaipu praticamente dobra em 2016

 
O repasse de recursos provenientes da reciclagem de materiais pela usina de Itaipu praticamente dobrou em 2016, chegando a R$ 51.326,75. No ano anterior o valor foi de R$ 26.068,30. O incremento financeiro ocorreu apesar de o aumento no volume total de material encaminhado não ter sido tão expressivo: passou de 107 mil toneladas, em 2015, para 121 mil toneladas no ano passado.
 
A razão para esse aumento está na maior participação de materiais mais valorizados. Papel branco, papelão e lenha responderam por 28%, 31% e 10%, respectivamente, do volume reciclado.
 
Enfardamento de material a ser remetido para a Coaafi.
 
“Isso não significa que Itaipu está consumindo mais papel”, destaca Rodrigo Cupelli, da Divisão de Educação Ambiental. “A retirada de papel no Almoxarifado em 2016 foi, inclusive, de 200 quilos a menos do que em 2015. O que ocorreu, provavelmente, é que algumas áreas fizeram descarte de materiais antigos, aumentando a quantidade de papel enviado para reciclagem”. 
 
O incremento na arrecadação foi bem recebido pela Cooperativa dos Agentes Ambientais de Foz do Iguaçu (Coaafi). A cooperativa de catadores de materiais recicláveis recebe regularmente esse recurso da Itaipu. O valor (R$ 4.270 por mês, em média) é empregado em custos administrativos. Daí a importância de os empregados da IB fazerem a correta destinação dos resíduos nos escritórios e demais espaços da usina.
 
“Esse é um recurso muito importante para a cooperativa. Itaipu é a empresa que mais recolhe materiais recicláveis em Foz do Iguaçu”, afirma a presidente da Coaafi, Cleusa Cordeiro da Silva. A cooperativa também recebe materiais de outros órgãos e empresas públicas localizadas no município, como a Receita e a Polícia Federal, Justiça do Trabalho, Sanepar e Copel.
 
Com a verba, a Coaafi mantém um funcionário administrativo, uma diarista, materiais de escritório, contador e custos de manutenção dos três caminhões, cujos motoristas são mantidos pela Prefeitura de Foz. A administração municipal também cedeu os barracões para a cooperativa.
 
Cleusa Cordeiro: recurso importante para cobrir custos da cooperativa.
 
Com 76 cooperados, a Coaafi recolhe materiais recicláveis em aproximadamente 90% das residências dos bairros Vila A e Porto Meira, além de 500 empresas da cidade. Ao todo, são recicladas cerca de 100 toneladas de materiais por mês, em média. 
 
Serviço
 
Os barracões da cooperativa estão localizados nos seguintes endereços:
 
Vila C: Rua Ouro Preto, 12.
Porto Belo: Rua Ângela Aparecida Andrade, Aterro Municipal.
Jardim das Palmeiras: Rua Lacanga, s/n
Jardim Europa: R. Ronaldo Lopes, s/n
Portal da Foz/Morumbi: Rua Pavão, s/n
Jardim Graúna/Três Lagoas: Avenida Otavio Ferreira Vaz, 23
Porto Meira/Profilurb: Rua Cascudo, 325