• Tamanho da Letra

  • Versão para imprimir

  • Enviar para um amigo

Atividades

A Itaipu realiza atividades de monitoramente e avaliação da qualidade da água e do meio ambiente da Bacia do Paraná 3 desde antes de sua construção. Em 2003, com a implantação do Cultivando Água Boa e sob uma visão mais ampla da sustentabilidade, essas ações passaram a integrar o projeto da empresa de envolver e sensibilizar a própria comunidade na proteção dos recursos naturais. Para isso, o trabalho de monitoramento e avaliação ambiental passou a ser realizado não apenas pela usina, dentro do seu Laboratório Ambiental, mas pela própria comunidade, por meio do Monitoramento Participativo. Conheça as atividades de cada um:

Laboratório Ambiental

Instalado dentro da Itaipu desde 1991, o laboratório atua no desenvolvimento de pesquisas e monitoramento ambiental e biológico para diversas áreas da empresa. São realizados cerca de 10 mil exames por ano. 

Devido à excelência dos seus métodos e da tecnologia dos equipamentos, o laboratório tornou-se referência no campo de prevenção, diagnóstico e controle de doenças, bem como na obtenção de parâmetros de análises ambientais e no desenvolvimento de pesquisas. Os dados obtidos nesses exames e análises são fundamentais para elaborar um perfil do meio ambiente e, com isso, traçar metas para melhorar a qualidade de vida daquele ecossistema. O trabalho de investigação realizado no laboratório abrange:

• Monitoramente bacteriológico e parasitológico em amostras de água natural da Bacia do Paraná 3, bem como em amostras de água tratada, realizadas em conjunto com a área ambiental da Itaipu. Também são contraprovas de análises bacteriológicas e de água para a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa).

• Detecção de agentes biológicos associados à biodeterioração de materiais, estruturas e equipamentos da central hidrelétrica, trabalho realizado em conjunto com a área técnica da empresa.

• Monitoramente da qualidade de vida dos empregados da usina em relação ao ambiente de trabalho, por meio de análises microbiológicas e parasitológicas nos sistemas de ar-condicionado, controle bacteriológico de alimentos, pesquisa de fungos e bactérias patogênicas em equipamentos de proteção, análises da qualidade do desinfetante, entre outros. Esse trabalho é realizado em conjunto com as áreas de medicina e segurança no trabalho e de serviços gerais da empresa.

• Determinação de valores de referência em exames laboratoriais e diagnóstico de patologias de animais silvestres e peixes, processo realizado em conjunto com a área ambiental, visando a proteger o patrimônio genético e a biodiversidade regional.

Monitoramento participativo

A eficácia e a sustentabilidade das ações desenvolvidas pelo Cultivando Água Boa na Bacia do Paraná 3 dependem de um conhecimento atualizado das reais necessidades de intervenções na região. Ou seja, o monitoramento e a avaliação ambiental de cada microbacia são imprescindíveis para o desenrolar do programa. Por meio dessas informações, a Itaipu elabora diagnósticos do reservatório e de sua área de influência que fornecem parâmetros e indicadores para orientar e atestar as ações desenvolvidas. 

Para integrar a comunidade no processo, inclusive como forma de sensibilizá-la quanto à co-responsabilidade de todos no cuidado com a água, a Itaipu passou a formar redes de monitoramente participativo, com o objetivo de estimular e auxiliar a criação de grupos de agentes comunitários que trabalhem voluntariamente na avaliação da qualidade da água dos rios das microbacias. 

O trabalho é realizado em 43 estações antigas localizadas estrategicamente na Bacia do Paraná 3. O programa conta com o acompanhamento periódico de pesquisadores que auxiliam os grupos de voluntários a alcançar os padrões de eficiência nesse trabalho, de forma a tornar os dados reconhecidos oficialmente. O processo de trabalho é totalmente participativo: todos decidem em comum acordo os locais de coleta, a periodicidade e as formas de divulgação dos resultados.