• Tamanho da Letra

  • Versão para imprimir

  • Enviar para um amigo

Produção de Peixes em Nossas Águas

Cultivo de peixes como alternativa sustentável

Quando se propôs a trabalhar para o desenvolvimento sustentável das comunidades da Bacia do Paraná 3, que das terras e águas tiram o seu sustento, a Itaipu sabia que o primeiro a fazer seria abrir o diálogo com os diversos atores sociais da região. Um dos trabalhos mais importantes nesse sentido seria com as comunidades de pescadores que ali viviam.

Desde a formação do reservatório da Itaipu, em 1982, a população de pescadores residentes entre Foz do Iguaçu e Guaíra saltou de 200 para quase 800 famílias. Além desses pescadores artesanais, que dependem da pesca para sobreviver, a região abriga ainda comunidades indígenas, agricultores assentados e ribeirinhos que veem na atividade uma alternativa para complementar a renda familiar.

São trabalhadores que dependem dos recursos oferecidos pela natureza e do equilíbrio ecológico de toda região. Recursos esses que vêm se reduzindo gradativamente e equilíbrio que vem sendo afetado pela falta de cuidado com a qualidade da água, com a variabilidade genética das espécies, com a preservação das matas ciliares que protegem os rios e com a contaminação dos solos. Esse alerta está se comprovando pelas estatísticas da atividade pesqueira extrativista, que mostram a redução do volume pescado a cada ano.

Nesse contexto, surgiram dentro da Itaipu ações voltadas à sustentabilidade da atividade de pesca na Bacia do Paraná 3. Essas ações foram incorporadas ao Cultivando Água Boa, no programa Produção de Peixes em Nossas Águas. A grande inovação foi apresentar aos pescadores o processo de cultivo de peixes, uma alternativa sustentável à pesca extrativista.

A implantação do programa iniciou pelo diálogo com as famílias dos pescadores, visando ao diagnóstico completo da região. O trabalho resultou em um plano diretor para o reservatório que apontou as áreas adequadas à criação de peixes, bem como as necessidades e deficiências. Por meio de parcerias e convênios, tiveram início também atividades de pesquisa na área da aquicultura e capacitação de pescadores e produtores para o manejo de peixes.

E assim o programa Produção de Peixes em Nossas Águas foi estabelecido. É um programa que promove a inclusão social, valoriza os pescadores e melhora a qualidade de vida daqueles que tiram seu sustento das águas da Bacia do Paraná 3. De quebra, a população toda da região passou a contar com maior produção pesqueira, o que tornou esse importante alimento de alto valor nutritivo mais acessível aos consumidores.